Sabesp

A Sabesp, fundada em 1973, é uma empresa responsável pelo fornecimento de água, além de coleta e de tratamento de esgotos de 375 municípios em São Paulo.

Em termos de população atendida, é considerada uma das maiores empresas do mundo, com mais de 28 milhões de pessoas atendidas por seus serviços.

Além disso, a Sabesp faz parcerias com empresas privadas para a prestação de serviços de água e esgoto para os municípios de Mogi-Mirim, Castilho, Andradina e Mairinque.

Fora isso, a empresa presta serviços de consultoria para um uso racional de água, além de planejamento e gestão comercial, financeira e operacional.

E, tudo isso para melhorar o atendimento as clientes, e incentivá-los a procurar, localizar e consertar vazamentos dos mais diversos tipos, que estão entre as principais causas de desperdício de água.

Abastecimentos de água

A Sabesp é responsável pelo abastecimento de água, além do tratamento dela e do esgoto de 375 municípios no estado de São Paulo.

Fora que ela também pode ser uma aliada importante no combate ao desperdício e a vazamentos nos mais diversos imóveis desses municípios.

De um modo geral a água que a Sabesp entrega nas casas, apartamentos e demais imóveis que atende, vem de rios, lagos, riachos, represas e lençol freático ou mananciais.

Uma grande quantidade desse líquido é tratada ainda nos reservatórios da empresa, possibilitando o usuário receber um produto de melhor qualidade.

Estruturas hídricas

Uma das principais estruturas de reserva de água para o abastecimento que a Sabesp faz são os mananciais.

Eles tanto podem ser reservas hídricas, quanto fontes de água, sendo também superficiais ou subterrâneos.

Especialmente na Região Metropolitana de São Paulo e fonte de abastecimento pela Sabesp é a água armazenada em barragens (ou represas), tendo como principal recurso de acúmulo as chuvas.

Já no interior de São Paulo o abastecimento se dá mais por mananciais do tipo subterrâneos.

Para garantir um abastecimento adequado, a Sabesp, portanto, monitora milhares de hectares de espelhos d’água e áreas ao redor de mananciais.

Lembrando que nessas áreas a empresa preserva e monitora cerca de 1,4% do que restou da Mata Atlântica em São Paulo.

Perdas hídricas

As perdas de água no abastecimento das cidades no Brasil se dão pela diferença entre:

  • Volume total de água produzido nas estações de tratamento
  • Soma dos volumes medidos nos hidrômetros

Inclusive, essas perdas são divididas em duas categorias:

Perdas físicas (ou reais)

Essas perdas aqui se referem à quantidade de água que não chegou a ser consumida pelos usuários, devido a problemas variados (especialmente por vazamentos).

Na maior parte das vezes, esses vazamentos acontecem por desgaste dos canos, seja no caminho até o imóvel do usuário, seja no próprio imóvel com avarias internas e ocultas no local.

Além disso, os vazamentos podem ou não ser visíveis (e, neste último caso, fica mais difícil localizar e consertar as avarias quando surgem).

No caso das avarias mais visíveis, como aquelas que aparecem rapidamente em pavimentos e calçadas, o usuário pode se comunicar com a Sabesp para ser feito o reparo imediato do problema.

Perdas não físicas (ou aparentes)

Neste caso, as perdas estão relacionadas à água que é consumida pelo usuário, mas, que, por algum motivo, não é contabilizado pela Sabesp.

Isso pode estar relacionado a irregularidade, como fraudes e ligações clandestinas, por exemplo.

Problemas no hidrômetro também podem causar perdas não físicas de água no imóvel.

Em outras palavras: a perda de água está ligada ou à infra-estrutura do encanamento (seja o de responsabilidade da Sabesp ou do usuário) ou à questão operacional desse abastecimento.

Controle de abastecimentos

Para garantir um abastecimento adequado nas regiões que atende, a Sabesp tenta impedir as perdas com as seguintes ações:

Gerenciamento de mecanismos de pressão

Muitas vezes o problema está no funcionamento do mecanismo que leva o abastecimento de água para as residências.

Isso pode ocorrer, por exemplo, por causa de pressão elevada da água, causando danos no encanamento.

Para evitar isso, há todo um gerenciamento de obras nos setores de distribuição, até mesmo com a instalação de válvulas especiais que regulam melhor a pressão.

Renovação de infra-estrutura

Outro ponto fundamental para evitar perdas é a troca parcial (ou total) de partes da infra-estrutura de abastecimento.

Caso o problema esteja nos canos de responsabilidade da Sabesp, ela é que fará essa reforma; caso contrário, é de responsabilidade individual do usuário providenciar isso.

Substituição de hidrômetros

O hidrômetro possui uma data de validade, por assim dizer, e depois de um determinado período de tempo, ele precisa ser trocado.

Portanto, caso o usuário perceba que o relógio do aparelho não está funcionando bem, então, é de responsabilidade dele se comunicar com a Sabesp para providenciar a troca.

Troca, essa, que será gratuita para o cliente (caso a substituição seja por tempo elevado de uso, e não por danos causados por terceiros).

Controle de vazamentos

Essa daqui é uma ação fundamental para o controle de perda de água nas regiões atendidas pela Sabesp.

Empresa e usuário precisam ficar atentos quanto ao surgimento de avarias hidráulicas, por qualquer motivo que seja, e providenciar o reparo imediato da avaria.

Caso o cliente perceba antes da Sabesp alguma avaria em canos da rua (em calçadas, por exemplo) pode tranquilamente solicitar o conserto do problema ligando para o SAC da empresa.

Vazamentos de água

Vazamentos Sabesp

Vazamentos de água podem gerar grandes transtornos para usuários e para empresas como a Sabesp, devido aos desperdícios de água diários. Portanto, o mais recomendável é que sempre se faça uma manutenção preventiva nas instalações hidráulicas do lugar.

Por isso, a Sabesp recomenda sempre, não só um consumo racional e correto de água, assim como a preservação das tubulações do imóvel, do cavalete para dentro.

O problema do vazamentos

Problemas hidráulicos causam o enfraquecimento da estrutura do local (especialmente em pisos e tetos), avarias na rede elétrica, e podendo até ocasionar doenças (principalmente, respiratórias). Por isso, é importante ficar atento a qualquer tipo de vazamento.

É possível saber exatamente onde está o foco do problema, contratando, por exemplo, uma empresa de caça vazamento. Para maiores informações, a Sabesp tem outras orientações e dicas de como localizar vazamentos mais facilmente.

Essas orientações também podem ser obtidas no site da Sabesp e pelos fones 0800-055-0195 ou pelo 195 e caso de serviços de emergência.

Vazamento interno

Para localizar vazamentos internos, existem alguns testes que podem ser realizados nas tubulações do local.

Um deles é para descobrir vazamentos em encanamentos alimentos pela Sabesp. Pra isso, basta fechar o registro da parede e abrir uma torneira que seja alimentada pela rede. Depois é só colocar um copo com água na boca dela, e se ela sugar o líquido, há vazamento nesse tipo de tubulação.

Outro método bastante eficaz é descobrir vazamento em encanamentos alimentados pela caixa d´água. Pra isso, basta fechar todas as torneiras da casa e não usar o sanitário. Feche bem a torneira da boia da caixa, e marcar em que nível a água está no reservatório. Se depois de 1 hora esse nível diminuir, é porque existe vazamento nessas tubulações.

Vazamento residencial

No caso de vazamento residencial, é de inteira responsabilidade do proprietário do imóvel a localização e o conserto do problema. A menos que, por exemplo, o vazamento da rua esteja afetando, de alguma forma a estrutura da residência.

No geral, os vazamentos residenciais são simples de detectar, como mostram alguns testes que a Sabesp disponibiliza em seu site, mas, caso sejam problemas muito ocultos e difíceis de detectar, a pessoa pode contratar uma empresa de caça vazamento, que enviará um encanador hidráulico residêncial para consertar a avaria de forma profissional.

Para maiores informações, a Sabesp possui canais de comunicação onde o cliente que notar algum problema hidráulico em sua casa pode falar e tirar qualquer dúvida.

Vazamentos na rua

Vazamentos na rua podem ser ocasionados por diversos motivos, sendo o principal deles, desgaste natural das tubulações, o que pode acometer tanto os encanamentos de água comuns, quanto os esgotos.

Ao detectar qualquer indício de vazamento do cavalete para a rua, é importante que o morador (ou moradores) do local informem ao Sabesp o ocorrido para que o conserto por um encanador profissional seja feito o quanto antes, evitando grandes desperdícios.

Vazamento no relógio

Problemas no relógio (hidrômetro) podem se dar por diversos motivos, especialmente devido a desgastes naturais do aparelho após seu ciclo de uso.

Por isso, a Sabesp tem cadastro dos hidrômetros instalados nos imóveis, e sempre que há a necessidade de trocar o aparelho, ela encaminha um comunicado com até 30 dias de antecedência para a substituição.

Em caso da conta posterior à troca vir mais alta, o cliente deverá ver se existe algum vazamento no imóvel. Não tendo, ele deverá usar os canais de atendimento da Sabesp, ou se dirigir a uma das agências da sua cidade, cujo endereço está na própria conta de água.

Vazamento no cavalete

O cavalete é a parte que liga a tubulação à rede de distribuição de água, e ao hidrômetro. Dentre as formas de localizar vazamentos no imóvel, observar o hidrômetro é uma delas.

Basta abrir os registros que se encontram na parede, e fechar todas as torneiras da casa. Também é importante não usar máquinas de lavar roupa ou louça, e também não se pode usar o sanitário durante o teste.

Anote, então, a numeração que se encontra no hidrômetro, ou tire uma foto dele. Depois de mais ou menos 1 hora, verifique se essa numeração aumentou ou se o ponteiro se mexeu.

Vazamento na calçada

Vazamentos na calçada, geralmente, são causados por problemas no esgoto. Pode ser por conta do desgaste natural das tubulações, ou mesmo alguma avaria provocada pelas raízes de árvores ou de uma construção qualquer.

Para informar vazamentos na calçada provocados por problemas no esgoto, ou por qualquer outra situação, o recomendado é ligar para o serviço de emergência da Sabesp, o 195, ou tentar suas redes sociais.

Lembrando ainda que a Sabesp possui esse numero para outras emergências, como falta de água, esgoto entupido e qualidade da água.

Testes de Vazamentos da Sabesp

Para facilitar, a Sabesp indica em seu site alguns testes simples para fazer a localização fácil de alguns vazamentos, e impedir problemas como desperdício e abastecimento reduzido.

Entre eles, podemos citar:

Teste do hidrômetro

Aqui, é preciso conferir o relógio que mede o consumo do seu imóvel.

Para detectar algum vazamento através dele, primeiramente, deixe todos os registros que ficam nas paredes abertos.

Depois, feche as torneiras, não use o vaso sanitário e nem utilize equipamentos que precisam de água, como máquinas de lavar roupa ou louças.

Ao fazer isso anote a numeração que aparece no hidrômetro, e depois de cerca de 1 hora mais ou menos, veja se os números mudaram.

Em caso positivo, deve haver algum vazamento oculto no imóvel.

Teste em canos alimentados pela Sabesp

Nesse caso, o usuário deve fechar o registro da parede, abrindo, em seguida, a torneira que recebe água diretamente pela Sabesp.

Espere o líquido sair por completo, e depois ponha um copo com água na boca dessa torneira.

Se a água do corpo for sugada, deve haver algum vazamento nesses canos especificamente.

Teste em canos alimentados pela caixa d’água

Para saber se tem vazamentos nesses canos, o proprietário deve fechar todas as torneiras do imóvel, incluindo também o não uso de máquinas de lavar e do vaso sanitário.

Depois, é fechar bem a torneira da boia da caixa, e marcar com giz ou marca-texto qual o nível de água no reservatório naquele momento.

Depois de cerca de 1 hora, se o nível baixar é porque deve haver vazamentos desse sistema de canos.

Teste em tubulação embutida na parede

Para fazer esse teste, é necessário saber, primeiro, por onde passam exatamente os canos naquele local.

Depois, é bater durante toda a extensão da parede onde está a encanação, e se surgir um barulho do tipo “oco” ou “fofo”, talvez tenha alguma avaria ali, e que pode gerar infiltração séria com o tempo.

Manchas de mofo e umidade, além da descoloração e de descolamento de azulejos, também são sinais de vazamentos nesses lugares.

Teste do vaso sanitário

Outro teste simples que pode ser feito (desta vez, em um lugar muito propenso a vazamentos) é o do vaso sanitário.

Pra isso, o usuário vai jogar borra de café ou cinzas no local, e o normal é que esse conteúdo fique depositado no fundo e não se mexa.

Caso contrário, deve ter algum vazamento na válvula de descarga ou em outra parte do vaso.

Há outros testes importantes disponíveis no site da Sabesp para o usuário pesquisar, fazer e localizar vazamentos com mais facilidade.

Existem outros testes para localizar vazamentos internos indicados pela Sabesp através de seu site: Testes de vazamentos da Sabesp

Contas, faturas e descontos

Assim como acontece com outras concessionárias ao redor do Brasil, a conta emitida pela Sabesp é entregue logo após a leitura feita no hidrômetro por um funcionário da empresa, e que representa o consumo do cliente em determinado ciclo durante 1 mês.

Essa conta também serve como comprovante de consumo em caso de ser preciso contestar a fatura por conta de vazamentos ou outros problemas hidráulicos diversos.

O próprio cliente pode acompanhar quando mais ou menos é a visita do funcionário da Sabesp, e caso ele não venha no dia marcado, pode contestar isso pelos canais de comunicação da empresa.

Conta de água alta

Uma conta de água pode vir alta por conta do aumento de consumo no imóvel, ou devido a vazamentos no local, especialmente se forem ocultos. Uma conta um pouco mais alta também pode ser devido ao acréscimo de serviços extras solicitados à Sabesp.

Depois de saber qual a causa da conta alta, e se não for por motivo do aumento do consumo, é preciso entrar em contato com a concessionária para fazer a contestação da conta, que pode ser feita pelo site (na agência virtual ou no chat), ou pelo telefone, sendo o 0800-055-0195 o principal.

Há também a possibilidade de se dirigir pessoalmente a uma das agências de atendimento mais próximas de sua residência.

Conta em atraso

Conta em atraso proporciona, na maior arte das vezes, corte dos serviços prestados. Contudo, devido à questão atual da pandemia, a Sabesp está suspendendo os cortes de abastecimento e renegociando as contas atrasadas de seus clientes.

Há ainda outros serviços extras prestados pela Sabesp, além da questão de tentar renegociar faturas que estejam em aberto. Por isso, é importante sempre tentar se comunicar com a concessionária responsável e tentar sanar qualquer dívida.

Preferencialmente, esse tipo de procedimento com conta de água parcelada que esteja em atraso deve ser feito presencialmente, nas unidades de atendimento da empresa nas cidades onde ela faz o abastecimento.

2º via de conta vencida

Clientes de diversas concessionárias hoje em dia podem solicitar a 2ª via de suas contas de água vencidas pelos sites da empresa, como acontece com a Sabesp. A falta de recebimento pode se dar por problemas técnicos na hora da leitura, ou mesmo questões relativas aos Correios.

Através do site dela, é possível emitir a 2ª via informando apenas o RGI (Registro Geral de Imóvel), que é o código de identificação na Sabesp, localizado bem no canto superior esquerdo de conta.

Se preferir, o cliente poderá pegar uma segunda via de sua fatura num dos postos de atendimento da Sabesp.

Segunda via parcelamento

Às vezes, alguns clientes podem acabar deixando de pagar algumas faturas de água, mas, a Sabesp também tem uma política de parcelamento de débitos antigos. Especialmente durante problemas como é o caso da recente pandemia, situações assim são comuns.

Além de clientes pessoas físicas, empresas e estabelecimentos comerciais e de serviços também possuem direito de tentar fazer o parcelamento de suas contras atrasadas, e assim sanar dívidas com a Sabesp.

Geralmente o sistema de parcelamento da Sabesp e de outras concessionárias abrange até 12 meses anteriores em atraso, e a quantidade de parcelas também pode ser negociada, contanto que o valor vá até R$ 5.000,00.

É um processo que pode ser feito tanto no site da empresa, quanto em suas unidades de atendimento presencial.

Desconto vazamento

Caso o vazamento se dê do cavalete para fora da casa, ou o problema hidráulico esteja no próprio hidrômetro (contanto que não sido causado por terceiros), é de responsabilidade da Sabesp o conserto ou troca de eventuais peças e aparelhos.

Além disso, é possível obter desconto nas próximas contas caso seja comprovado que o vazamento na rua ou o problema no hidrômetro causou o aumento da fatura.

Para obter tal desconto pelo vazamento, é necessário se dirigir a uma das unidades da Sabesp com toda a documentação exigida (laudo com a comprovação do problema hidráulico, escritura da casa, documentos de identidade e contas anteriores).

Tarifas

A estrutura tarifária adotada pala Sabesp é, na verdade, um conjunto de tarifas e regras cobradas de acordo com a categoria que os usuários se enquadram (residencial, comercial, industrial e pública).

É preciso estar atento a essas tarifas, bem como às cobranças mensais, pra se ter uma noção da média de consumo, e quanto é gasto mensalmente. Existem valores para tabelas com consumo até 10 m3, de 11 m3 a 20 m3, e assim por diante.

Dessa forma, é possível identificar algum problema hidráulico (como vazamentos, por exemplo) caso a fatura venha mais alta do que o normal sem nenhuma justificativa.

A tabela de tarifas se encontra no site da Sabesp.

Tarifa social

A tarifa social na Sabesp é fornecida para clientes residenciais, sendo destinada a residências que sejam unifamiliares, para habitações coletivas e até mesmo de risco, e também para pessoas desempregadas.

No caso de ser uma residência unifamiliar, o cliente em questão deve ter renda de até três salários mínimos, morador de área útil até 30 m2, entre outros requisitos.

Já para os desempregados, é necessário que o consumo básico seja de até 15 m3, que seja titular da conta há, pelo menos, mais de 90 dias, entre outras exigências.

A solicitação da tarifa social deve ser feita no site da Sabesp.

Denuncia, emergência e telefones

Para se comunicar com a Sabesp a fim de informar um problema de vazamento, seja no hidrômetro, seja na rua, é preciso ligar para os seguintes telefones: 0800-055-0195 e 195. Há também a possibilidade de fazer o contato diretamente pelo site da Sabesp.

É importante ficar atento a qualquer sinal de problema hidráulico desse tipo, pois uma simples rachadura em um cano pode desperdiçar muita água, e isso afetar o abastecimento do local.

Comunicar vazamentos

Comunicar vazamento de água ou problemas hidráulicos diversos, como entupimento de canos de esgoto, para a Sabesp é fundamental para manter o abastecimento de água sempre tranquilo. Qualquer avaria desse tipo pode causar grandes prejuízos, geralmente a muitas pessoas d uma rua ou de um bairro afetado pelo vazamento.

Além dos telefones e do site da Sabesp, também é possível se comunicar com ela por meio de suas redes sociais, como o Facebook, Twitter ou até pelo WhatsApp: (11) 9-5976-3843.

Inclusive, no próprio site da Sabesp, a área para comunicar vazamento especifica se é de água ou de esgoto, e se for de água, é uma lista de opções para informar o problema, como vazamento no cavalete, na calçada ou na rua.

Denunciar vazamentos

A denúncia de vazamentos é importante para garantir um bom abastecimento de todos os moradores da região, além de economizar água de maneira devida, já que um único vazamento pode fazer com que quantidades enormes de água sejam jogas fora.

Há ainda problemas que podem envolver vazamentos de vizinhos, onde os mesmos não notaram o problema ou não quiseram resolver. Neste caso, também é possível ligar para a Sabesp ou se comunicar via redes sociais, sem precisar se identificar, e fazer a denúncia.

Sem contar ainda que pode haver denúncia simplesmente de desperdício de água, no qual a Sabesp acionará os órgãos competentes.

Emergência de vazamentos

Existem casos onde o vazamento é um caso de emergência, como um cano estourado na rua, e que está jorrando bastante água. Nestes casos, o contato com a Sabesp precisa ser imediato, especialmente para o telefone 195, próprio para casos de emergência.

Quanto mais rápido for o contato, mais ágil será o atendimento, com o conserto da avaria, e assim o abastecimento do local não será prejudicado.

Outros telefones

A Sabesp possui dois telefones que servem para as mais diversas funções, seja para fazer uma solicitação ou reclamação. O primeiro, totalmente gratuito, é o 0800-055-0195, e serve para qualquer tipo de solicitação, como segunda via, denúncia de vazamento, etc.

O outro é 195, e se refere a serviços mais urgentes, como vazamentos em ruas e calçadas, esgotos entupidos e troca do hidrômetro. Através desses fones, é possível também tirar dúvidas sobre abastecimento e assuntos similares.

O 195 é 24 horas por dia e o 0800-055-0195 é de segunda a sexta, das 7h às 21h, e no sábado, das 7h às 13h.

Há também o 0800-777-3700 e o 0800-016-0195, ambos para pessoas portadoras de necessidades especiais, ou da fala ou auditiva.

Sabesp São Paulo

A Sabesp São Paulo é uma empresa que faz o abastecimento de água de dezenas de municípios paulistas, fazendo a medição do consumo dos moradores dessas regiões. Também presta outros serviços, como conserto e manutenção de tubulações na rua e dicas de como localizar e consertar outros vazamentos.

A comunicação com a empresa se dá por telefones (195 para emergências e 0800-055-0195 para outras questões menos urgentes), além do site e das redes sociais informadas acima.

Sabesp Guarulhos

Desde 2019, que a Sabesp firmou contrato com a Prefeitura de Guarulhos para assumir a distribuição de água no município. Com isso, a empresa intensificou ações para diminuir os desperdícios de água na região.

Os meios de contato são basicamente os mesmos, possuindo ainda duas agências com atendimento presencial, que são as seguintes:

Bonsucesso - ES PRES JUSCELINO K OLIVEIRA, 5308 - PQ SAO MIGUEL - GUARULHOS, SPDE SEG À SEX, DAS 08H ÀS 19H E SAB, DAS 08H ÀS 13H

Poupatempo - RV PRES DUTRA, 225 - JD CUMBICA - GUARULHOS, SPDE SEG À SEX, DAS 07H ÀS 19H E SAB, DAS 07H ÀS 13H

Dicas da Sabesp

A Sabesp, assim como outras concessionárias que fornecem água para cidades e estados, fornece frequentemente dicas aos seus usuários para saber identificar vazamentos dos mais diversos tipos.

Um dos mais comuns, por exemplo, é o de tubulações embutidas na parede. Pra localizar o foco de um problema desses, é preciso ficar de olho se aparecem manchas de mofo e bolor. Além disso, dar batidas na parede para tentar ouvir um barulho estranho, como de oco, também ajuda a localizar essas avarias.

Para outras dicas a Sabesp disponibiliza uma lista de procedimentos em seu site, como saber localizar vazamentos em piscinas, reservatórios subterrâneos, etc.

Economizar água

Além de vazamento, outros problema comum que promove grande desperdício de água é o consumo errado de certos mecanismos em um imóvel. No banheiro, por exemplo, o banho tem que ser rápido (cerca de 5 minutos) e a torneira deve ficar desligada enquanto se escova os dentes.

Já na cozinha, deve-se retirar o excesso de alimentos antes da lavagem, enquanto que no quintal e na calçada, o mais recomendável é usar o balde ao invés da mangueira, seja para lavar o chão desses locais, seja para lavar o carro.

Regularização do cavalete

A solicitação da regularização referente ao cavalete pode ser por diversos motivos, como a troca do modelo, ou mesmo o levantamento ou rebaixamento do sistema.

Para que haja a mudança de cavalete, são necessários algumas condições, como ter o número do imóvel em placa fixada em local que seja visível, não haver débito no cadastro do cliente, entre outros requisitos mínimos.

O conserto do cavalete também deve ser solicitado quando houver defeito por vazamento ou de vedação do registro.

A solicitação pode ser feita na Agência Virtual da Sabesp, ou pelos telefones 0800-0550195 e 0800-0160195 (este para pessoas com deficiência auditiva ou na fala), sempre de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, e sábado, das 7h às 13h.

Caça vazamento Sabesp

A partir do momento em que se percebe a possibilidade de ter algum vazamento no imóvel, é preciso tomar uma providência imediata para evitar maiores transtornos.

Caso a avaria seja de responsabilidade da Sabesp (do cavalete para fora da casa), a empresa também possui profissionais especializados nessa área que conseguem localizar o foco do vazamento com a rapidez necessária. O telefone para emergências é 195.

Já os serviços de caça vazamentos são importantes para localizar problemas hidráulicos e consertá-los da melhor forma possível. Esses serviços podem ser contratados aqui na Ligeirinho caça vazamentos ou então pela Sabesp, caso o problema seja de responsabilidade dela.

Dessa forma, um problema hidráulico pode ser resolvido com a rapidez necessária, e o cliente não terá grandes prejuízos. Além disso, quem presta esses serviços também informam ao cliente dicas e maneiras eficazes de localizar vazamentos e fazer um consumo racional de água.

Quando contratar um técnico de caça vazamento?

Um técnico ou empresa de caça vazamento devem ser contatados imediatamente após a desconfiança de que haja alguma avaria na rede hidráulica.

E essa suposição seja através dos testes citados, ou de sinais, como goteiras, poças d’água em locais do imóvel, manchas de umidade em pisos, tetos e paredes, e por aí vai.

A contratação de um técnico experiente como os da Ligeirinho estará apto a fornecer todas as vantagens e benefícios de uma detecção e reparo hidráulico profissional que o cliente possa precisar, bem como, preço baixo, laudo técnico e garantia de 2 anos.